Garimpando picolés

Rafael era como todo menino de sua idade. Quando não estava na escola, sua brincadeira preferida era jogar futebol na rua de terra ou no campinho em frente à sua casa, de onde, costumava voltar com os pés pretos de carvão dos restos da fogueira de São João, que permaneciam por lá o ano todo….

Vou ali falar com Deus

O ano não me recordo muito bem, mas acredito que tenha sido na segunda metade da década de 1980. Foi nessa época que conheci Poletto. Uma figura fantástica, de bom coração, aberta ao mundo. De origem humilde, havia deixado a família, todos pequenos agricultores, em Vila Seca, distrito da cidade de Caxias do Sul, na…

SORTEIO: HOJE A FESTA É SUA

Em comemoração a essa época tão maravilhosa que é o Natal, alguns blogs se reuniram para criar um super sorteio literário para vocês. São 42 livros, alguns mimos e diversos ganhadores sortudos em três plataformas diferentes. Para participar, basta preencher as regras do formulário e torcer bastante! REGULAMENTO ° As inscrições para o sorteio começarão no…

A eleição

O seu nome é meio estranho, por isso, nem vou pronunciá-lo. Fazê-lo demandaria explicar a origem, o porquê de ser assim e não de outro jeito, se é no singular ou no plural, se é no masculino ou no feminino, se é nome ou sobrenome e tantas outras explicações que tomariam o seu e o…

A viagem

Lá fora o mar avança como nunca dantes. O vento entra pelas janelas com bastante intensidade, fazendo balançar os lustres da sala. O sol brilha a pino. O que resta de areia na beira da praia está tomada por moradores e turistas. O colorido dos guarda-sóis empresta vida à orla, diferente daqueles dias fora de…

Conversão

Naquele dia, Rafael rompeu sua rotina. Sempre após o dia de trabalho no comércio – que tinha seu ponto de partida em um copo de café preto no Bar do João, no coração do Bomfim –, chegava à escola e ia direto à lancheria comer um pão com ovo acompanhado de um copo de leite….

Maura

Da varanda da casa dos meus padrinhos, onde costumava passar os verões, podia ver a ponta de seus pés sendo levados pelo movimento da rede. Era perto das 18 horas, e poucas pessoas passavam por aquela rua de pedras irregulares onde brinquei por todas as férias de minha infância e adolescência. Os pinheiros em que…

Malditas poças 

Definimos pela viagem uns 15 dias antes. Um trabalho a ser realizado por mim e por minha esposa exigia que ficássemos fora de casa por alguns dias. A primeira alternativa era irmos de avião. Pesquisamos passagens durante uma semana e os preços se mantinham proibitivos. E as perspectivas financeiras não nos permitem extravagâncias. Nunca entendi…

A cura gay

Marcos é uma daquelas pessoas com inteligência acima da média. É capaz de ficar horas falando da realidade de países nos quais nunca colocou o pé. Memória fotográfica. De uma cultura absolutamente apurada. Nascido em um estado do Centro-Oeste brasileiro – que não me recordo qual –, mudou-se para Brasília ainda adolescente. Seu pai, militar,…

Memórias ou simplesmente lembranças que importam

  A estrada, talvez por um golpe de sorte, não tinha buracos. O carro deslizava com destino à Cambará. Seguíamos ao encontro das belezas do Cânion do Itaimbezinho dentro do Parque Nacional dos Aparados da Serra. O dia estava lindo. Uma beleza que as manhãs do inverno gaúcho nos presenteiam com freqüência. O frio pelo…