Marielle

Ouço, daqui de longe, os tiros

Que em tua fronte ardem

Em um sopro de vida, suspiros

Minhas lágrimas vertem

De raiva desses rasteiros

Que de valentes se revestem

 

O alvo tem alma

O alvo tem voz

O alvo tem gênero

O alvo é negra

 

Feminicídio

Misoginia

Homofobia

Covardia

 

Miraram em teu corpo

Alvejaram tua fala

Ah! Mal sabem eles

Plantaram tua luta

Regaram teu legado

Colherão a revolta

 

Vistam fardas ou não

Trafiquem ou miliciem, então

Pouco importa, ouves

Covardes, covardes, covardes

 

#mariellepresente #todospormarielle #jesuismarielle

 

1 comentário Adicione o seu

  1. José Dutra disse:

    Covardes, covardes, covardes!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s